chegam ao fim.
Dias ruins também
© SOU-INSEGURO
«
»
"E mais uma vez parei para pensar na vida, pensar sobre tudo, parei para observar as pessoas ao meu redor, e vi que um dia é diferente do outro, não parece mas é. Tem dias que você está feliz, no outro triste, no outro você não sabe descrever o que está sentindo. E cheguei uma conclusão que a vida na verdade é como um balanço, um escorrega ou simplesmente como uma gangorra, porque na mesma hora que você está em cima você está em baixo."
- Gustavo Camargo.
com vontade de fazer nada
"Nossa dor parece ser grande até vermos a dor dos outros."
Gustavo Camargo.
"Sorria, cante, dance, seja feliz. Mas antes mesmo de você ser feliz, você terá que passar em cima de todas as criticas e opiniões sobre você."
Gustavo Camargo.
Indomável, Nick Vujicic. Pág 114. #livro #nickvujicic #indomável

Indomável, Nick Vujicic. Pág 114. #livro #nickvujicic #indomável

"Quer saber realmente a verdade? Eu tô bem, eu tô bem sem você, às vezes bate a saudade e a vontade de ficar com você novamente, mas logo passa, afinal tudo passa… Faz tanto tempo que não converso contigo, nem sei mais se tu ainda fala aquelas gírias nada vê ou se ainda tem aquela mania de ficar passando a mão no cabelo, nem sei você tá bem, se você está feliz longe de mim, ah pra falar nisso te vi esses dias com um carinha e pelo que eu vi em teu rosto tu parecia feliz, que bom que você está feliz, tu sabe muito bem que o que mais quero é sua felicidade… Eu também estou muito feliz, sério. Tô curtindo minha vida, conhecendo novas pessoas, aproveitando o máximo, não era isso que você disse pra mim? Que era pra eu aproveitar a vida? Então, tô seguindo seu conselho. Quem sabe futuramente a gente não se esbarra por aí, porque o mundo é tão pequeno né?!"
Gustavo Camargo.
"Fazem meses que não te vejo, que não falo com você. Não sei se você está bem, se está estudando, se está gostando de outro alguém ou se às vezes ainda sonha comigo. Nada mais sei sobre você, além do que sobrou. Recentemente vi umas fotos suas, o corte de cabelo ainda era o mesmo, o físico, o estilo de roupas. Mas tinha algo diferente, eu sei que tinha, porém, como eu poderia explicar? Era algo no seu olhar castanho escuro, como se faltasse algo por dentro de você. Era o formato dos traços do seu sorriso, como se tivesse perdido um pedaço de você… Então lembrei, talvez o que faltava, era o pedaço de você que eu levei comigo, e não consegui te devolver."
Caio Fernando Abreu.
"Ela tenta fugir da lembrança dele e ela ainda o odeia. Mas ela não sabe que ele também sente que aquela etapa da vida dele foi uma das mais felizes, ela não sabe que todas as noites algo o faz pensar nela, quem sabe as estrelas. Ela nem sonha que do outro lado do país ele também olha o céu e lembra de tudo outra vez: das músicas, das palavras, das noites, e os olhos dele também ameaçam derramarem lágrimas nessas horas. Ele quer tudo outra vez, mas o destino sempre foi cruel com os dois. Ele sente o peso da saudade quase todos os dias e, enquanto ela escuta músicas na tentativa inútil de suprir a falta que ele faz, ele lê os livros que, por algum motivo, o faz lembrar dela. Enquanto ela sente o vento bater em seu rosto, na varanda de sua casa, ele sai com os amigos, conhece garotas incríveis e ainda volta com ela em seu peito. Ele ainda a ama, ela ainda o ama. Meio século se passou e eles ainda se amam, ainda sentem dores provocadas por uma ausência nunca prevista. Não é certo, nunca é, mas ela talvez jamais saiba de tudo isso. E os dois aprendem a viverem assim, e se casam e têm dois ou três filhos, e talvez se encontrem um dia na sorveteria, na loja de cd’s ou na praia, ou talvez nunca mais se encontrem. Mas todas a noites ela sente o braço dele por cima dela pouco antes de pegar no sono, e todas as noites ele sente o beijo de boa noite dela alguns minutinhos antes de adormecer."
O 112º dia sem você. Thaísa.
"Seja qual for o seu problema. Fale com Deus, Ele vai ajudar você."
Padre Marcelo Rossi.
"Então você precisa tomar uma decisão: pode desistir do amor e nunca encontrá-lo, o que parece desperdício de uma vida boa, ou pode continuar tentando."
Indomável, Nick Vujicic - Pág. 54.
"Dói pra caralho sorrir e se mostrar forte."
Gustavo Camargo.